EK

© Copyright 2023. No animals were harmed in the making

  • w-facebook
  • w-tbird
  • w-flickr

Ermida

Belém 2000 de partida para Berlim...

texto Jorge Marcel

ao josé de freitas cruz

que me pede um impossível prefácio [?]

 

esquiva sabes a ideia

não conheces

seu sítio seu lugar

o que herdaste já não serve

à tua e à nossa vasta fome

para ser vivo

nas areias do aqui desdobras

vastas asas delicadas remiges

singularíssima ave perscrutas

teu apetente rumo

e afinas

inusitados instrumentos teus

sextantes

de subtis exis cabelos

teus caligráficos mapas

labirintados carimbos

de rendilhados aranhiços curvos

ritmada pulsação do vasto

antiquíssimo coração do homem

com desvelo de mãe acaricias

propicias a vela do teu quadro

demiurgo convocas

necessárias tempestades necessários ventos

auscultas como conheces

o segredo dos contrários

partes

em tua barca carregada de Índias

para o mais alto gelo das montanhas

onde rarefeita a voz dos deuses fala

por algum tempo o tempo a ti te cega

no sítio do país dos mil e um segredos

descobres ser macio o coração do ouriço

finalmente aprendes

o infalível grito dos perlados

seus terríveis brocados seus farrapos

quadrilaterados tecidos de silêncio

na camisa do último pária encontras

farejas

os mais marajáticos banquetes

suas primevas laranjas suas fomes sujas

sua fala de canela

seus finíssimos

cravejados punhais para além do medo

e acertas pelo chão da humilíssima pegada

tua pegada do mais rubro branco

à praia antiga de este rio antigo

na qual por fluviais restamos adiados

a mesma de que partiste tu

agora aportas

generoso exibes «VINDE E VEDE VÓS MESMOS»*

sobre a carpeta de azulejo

os teus melhores tesouros

aqui os mais órfãos de viagens

acorrerão constatar

todas as tuas tão especiais especiarias

prenhes de sonho que por nós sonhando andas

sonhando o que seja conhecer

essa tua glória cumpres

pessoal parcela do destino teu

 

 

que mais podemos nós que venerar-te

mais do que desejar-te voes

para sempre e todo em alto voo voes

 

Jorge Marcel

 

 

[* palavras de buda]